Plutão nas casas

A casa onde se encontra Plutão no mapa natal, indica o setor da vida em que se manifesta sua força, faculdades e atributos, por tanto é uma casa muito importante que deve ser bem estudada.


reino de Plutão
 
Os assuntos e temas desta casa passam a ser o reino de Plutão, submetidos a seu poder sempre estarão em transformação, cura, aprofundamento. É nesta casa que a pessoa tende a exercer poder e onde pode ser também dominada. Nesta casa serão revelados falsidades, mentiras, feridas, será sentido medo, apreensão, paranoia, vontade de controlar e exercer poder.

No setor da vida onde se encontra Plutão podem-se viver traumas ou experiências marcantes que exigem atenção e cura para poder continuar em paz.



é a casa onde a pessoa exerce poder e é dominada
 
A casa em que Plutão se encontra no mapa natal, revela a área em que a pessoa deseja poder e também está mais sujeita a transformações e enredos profundos, subconscientes, mágicos.
Para escapar do desgaste do jogo de poder nos relacionamentos, a alternativa é o diálogo profundo e amoroso que facilite falar a verdade e se refletir com compaixão o que se sente.



tabu, preconceito
 
Plutão aponta onde existe tabu, preconceito, falsidade. Assim para poder contracenar com suas revelações, a pessoa tem que estar afim de encarar a verdade e se transformar.



relacionamentos
 
Os relacionamentos que correspondem a casa são profundos e podem vivenciar fluxos e conexões ocultas. Os relacionamentos neste setor são caracterizados por uma dinâmica de poder, o se domina ou se é dominado. O se está muito junto ou muito distante. Com facilidade a pessoa consegue acabar com o que quiser, ela, nesta casa, mata o que não quer. Mas é o lugar também onde se podem ter relacionamentos com ligações tão profundas que muitas vezes, ainda que se queira matar um relacionamento seu fantasma acompanha, retorno eterno.



liberta o que não é necessário para a realização do que esta casa promete
 
A pessoa nos assuntos desta casa tende a ser rigoroso, exigente, detalhista. A cada certo tempo esta mexendo em algo, tem necessidade de mudar, de aprofundar, aperfeiçoar. E assim com o tempo, é uma casa que de por si acorda máxima atenção e energia. A pessoa sabe com o tempo que para transitar pela casa onde se encontra Plutão ela deverá se proteger com um eu diferenciado, o eu do poder pessoal.



escancara a verdade dos assuntos da casa
 
Plutão promove transformações viscerais; exige verdade, profundidade, disposição para se transmutar, para perder a favor do fundamental, a lutar e enfrentar desafios a favor da depuração para o poder pessoal. Plutão faz emergir profundas questões psicológicas e existenciais do fundo da alma, tem uma função purgativa e de cura.

Nos assuntos desta casa se transmuta tudo: hábitos, costumes, tabus, preconceitos.



coragem, intensidade,..  

Plutão natal abençoa com coragem, fé, confiança. Muitas vezes é bom se esforçar em ser mais humilde do que se gostaria, para evitar problemas que podem se complicar.

Plutão aprimora a intuição, a percepção, a sensibilidade, apura a visão, aponta onde se deve. Mas quem fica fechado aos assinalamentos que Plutão mostra interiormente e até exteriormente, viverá perdas, rupturas e sofrimentos.



obsessão, compulsão ou paranoia
 
Plutão sempre ataca ao Ego iludido e cristalizado, as crenças que ficaram arcaicas, aos circuitos de defesa que ficaram inúteis, e estão agindo involuntariamente.

Segundo a situação astrológica de Plutão pode acontecer da pessoa ficar obsessiva, compulsiva ou paranoica nos assuntos acordados por Plutão. Por exemplo um Plutão na casa VIII pode dar obsessão sexual, paranoia de que se quer ser controlado, etc.



riqueza e perdas
 
no setor do mapa onde se encontrar pode trazer riqueza ou pessoas importantes, mas também pode se viver perdas e separações.

Onde se encontra Plutão o mais sábio é viver com despojamento, assim as perdas doem menos ou são vistas como naturais, nesta vida onde se nasce e morre a todo momento.




Plutão natal na Casa I

Plutão no Oriente, na casa I, no momento do nascimento ganha poder e status especiais entre as forças moduladoras da personalidade. Sem lugar a dúvida, a presença de Plutão na casa I será uma marca registrada da pessoa.

A pessoa desenvolve uma forte personalidade convencida de que deve ser consequente com seu jeito de ser. Desde pequena gostará de fazer as coisas sozinha, poderá se submeter a disciplinas e treinamentos para conseguir o que quer. Pode competir com o poder do pai na família e quando adulto gostar de ser dono de si e ter as rédeas de seu destino nas mãos.

Plutão na casa I, em um primeiro momento também pode provocar um medo da pessoa meditar, ficar sozinha, encarar sozinha o que sente e pensa. Pode desenvolver uma paranoia em relação à sua vontade e desejos. A pessoa tem que saber que sua primeira leitura das coisas sempre é, em principio, a pior. Se ela der tempo à sua sensibilidade, verá que pouco a pouco aquilo que aparentava ser difícil ou tenebroso começa a mostrar outros aspectos mais leves e positivos.

Plutão na casa I exige que a pessoa cultue seu interior com sacralidade e assim consiga olhar sem medo a profundidade com que Plutão apresenta as coisas na sua vida. Quando a pessoa consegue meditar e ir além da primeira imagem com que Plutão mostra as coisas, ela se torna poderosa e dona de si.

Plutão na casa I torna a pessoa persistente no que quer, auto-gestiva e independente, mas antes tem que encontrar espaço para cultivar seu mundo interior sem medo e paranoia. Ela terá que conseguir encarar seus sentimentos com profundidade, e lá no fundo assumir sua verdade com coragem e lucidez.
A pessoa com Plutão na casa I, pode mudar radicalmente sua vida quando Plutão é ativado por planetas em trânsito ou progredidos.

A pessoa com Plutão na casa I entra de cabeça e corpo completo em tudo que acredita.
Plutão natal na cúspide da casa I, sugere:
  • personalidade profunda, obsessiva, dominadora e introspectiva;
  • poder sobre si. Renasce das cinzas. Fênix;
  • influência marcante no ambiente onde vive;
  • forte sexualidade e magnetismo pessoal;
  • pensamentos e sentimentos profundos, às vezes podendo provocar paranoias, perturbação. Aconselha-se meditar e contemplar o que aparece no silêncio;
  • entrega-se por inteiro em tudo o que faz. Tendência a ser compulsivo, radical, controlador;
  • pode ser irritável, medroso, paranoico;
  • perseverança. Leva as coisas até o fim;
  • personalidade mafiosa, misteriosa, mágica, cativante, magnética;
  • controlador nos relacionamentos. Pode ser ciumento, possessivo;
  • leva a vida a sério;
  • líder. Encoraja as pessoas a serem donas de si. Tem dificuldade de aceitar o comando dos outros ou se submeter a disciplinas impostas pelos outros.
  • ser amado ou odiado.

É bom assinalar que quando Plutão encontra-se numa situação astrológica tensa a pessoa pode ter uma personalidade auto-destrutiva que pode se tornar mórbida e até levar à auto-sabotagem... No caso, deverá humildemente pedir assessoramento de uma pessoa (terapeuta) competente para aprender a lidar com a forte energia de Plutão na casa I.


Plutão natal na Casa II

Plutão natal na Casa II, sugere:
  • relação especial com aquilo que possui. Mais que posse é uma identificação visceral com o que possui.
  • visão profunda da vida material.
  • gosto por dinheiro, riquezas e posses, vistos como formas do poder. É bom a pessoa respeitar seu jeito especial de se relacionar com as coisas e assumir a sua necessidade de posse e poder sobre o que possui. O ideal é que esta pessoa possua uma casa e terreno onde possa mexer segundo suas necessidades.
  • habilidade e gosto por ganhar dinheiro.
  • sensibilidade para perceber o poder das coisas.
  • vontade de reciclar, transformar as coisas.
  • acumular coisas que não usa, pensando que em algum momento será útil
  • atração por cavernas, buracos, túneis, labirintos



Plutão natal na Casa III

Plutão natal na Casa III, sugere:
  • mente profunda e inquisitiva. Retruca o que ouve, buscando sempre algo mais profundo ao invés de uma resposta simples e superficial.
  • interesse em pesquisas e em conhecer as coisas mais profundamente.
  • ironia ou modo de falar provocativo. Dá noticias fortes. Faz perguntas que provocam embaraço. Assinala coisas que provocam transformação.
  • pessoa que fala coisas que provocam impacto, transformação. Aquele que dá as noticias fortes, tipo anunciar uma morte, perda, separação.
  • relação profunda com irmãos, parentes, vizinhos.



Plutão natal na Casa IV

Plutão natal na Casa IV, sugere:
  • vínculo profundo, envolvente com a família e suas origens. Pode desenvolver relações tensas com familiares. É bom fazer a árvore genealógica
  • patriota, torcedor
  • um dos pais pode ser uma pessoa personalidade forte e dominadora
  • interesse pelo oculto, pelo passado, pelo inconsciente
  • mudar de país, cidade, ou se assentar profundamente no local de origem



Plutão natal na Casa V

Plutão natal na Casa V, sugere:
  • envolve-se profundamente no amor, sempre acompanhado de intensidades. Passional
  • gosto por hobby com paixão. Diversões perigosas.
  • praticar esportes radicais. Ou ter relação com atividades perigosas
  • personalidade forte, magnética.
  • relação visceral com filhos e criação
  • forte sexualidade
  • amantes
  • trabalho com produção
  • trabalho com crianças diferenciadas



Plutão natal na Casa VI

Plutão natal na Casa VI, sugere:
  • perfeicionista e organizado no seu cotidiano e no serviço em especial. Pode chegar a ser obsessivo com ordem, manias
  • rigoroso e atento a sua saúde. Psicossomatização.
  • curador. Talento para cura alternativas, especialmente ligadas às plantas e poderes da natureza
  • podem acontecer mudanças bruscas de cotidiano e de trabalho
  • gostar mandar, ter poder no seu cotidiano
  • ligação forte com animais de estimação



Plutão natal na casa VII

A pessoa com Plutão na casa VII terá que aprender a conviver com a força e poder de Plutão no setor de relacionamentos, associações e casamento. Plutão aqui submete o relacionamento com o outro a um processo infinito de aprofundamento, onde a verdade das entranhas será revelada, e onde o outro sempre será conhecido no seu mais íntimo.

Assim esta pessoa, não conseguirá estabelecer relacionamentos formais, mentirosos, de faz de conta. A primeira coisa que logo se mostra é a questão do poder, quem manda? O primeiro movimento é querer controlar totalmente o parceiro. A pessoa sente necessidade de saber tudo do parceiro, o que ele pensa, sente e faz a todo instante. Olha fixo nos olhos do parceiro que fica nú na sua presença. Ele exige a verdade, e é muito difícil o enganar.

O ideal, exagerando, para uma pessoa com Plutão na casa VII, é que o parceiro seja seu escravo, que faça tudo o que ele quiser. É importante estar consciente deste movimento para o conseguir administrar com adequação.

Acontece também a pessoa atrair pessoas plutonianas ou do signo de Escorpião, o que vai trazer logo a questão de quem manda? quem faz o que o outro quer? Nesta situação é importante conseguir um diálogo profundo que permita encontrar um acordo em relação ao que será feito em conjunto, umas vezes deixando um mandar, outras o outro. Conheço casos em que o casal determina períodos em que um manda e depois o outro. Antes de uma atividade se define quem manda, quem dá a última palavra.
Por isto habitualmente as pessoas com Plutão na casa VIII ou VII são muito difíceis de se relacionar e viver junto. Mas quando a pessoa é careta e formal. O outro mostrará seu lado podre, sombra, ai não resiste e se separa. O pior é que muitas vezes julga, condena, castiga o parceiro depois que descobre sua verdade, mas se vai contra o que ele gostaria que fosse.

Para melhor lidar com um Plutão na casa VII ou VIII os parceiros deverão ser muito amorosos um com o outro e o melhor conseguir lidar com as diferenças. Também ambos parceiros terão que estar preparados para aceitar e acolher o lado podre e sombra do outro. É muito importante, que ambos parceiros estejam dispostos a compartilhar a verdade do que acontece nas suas vidas e estarem abertos as transformações que com certeza o relacionamento provocará.

É muito importante também o casal investir na sacralidade do sexo e da intimidade.

Plutão na casa VII, sugere:
  • vínculos fortes e transformadores.
  • associações e casamentos intensos, onde é muito importante a confiança e a lealdade.
  • no casamento e sociedades transformasse visceralmente.
  • disputa de poder. Dominador. Controlador.
  • as pessoas se transformam ao se vincularem a ela.
  • forte sexualidade no casamento
  • atrai pessoas fortes, dominadoras intensas, profundas, complicadas. Casar com pessoa plutoniana ou do signo de Escorpião
  • difícil para casar, exigente.
  • poder de transformação e penetração nos outros.
  • conexões inconscientes nos relacionamentos íntimos.

Plutão em tensão na casa VII, sugere:
  • relação ou casamento intenso que pode chegar a perversão
  • atrai pessoas loucas, obsessivas, perversas
  • perdas no casamento e relacionamentos



Plutão natal na Casa VIII

Plutão é regente da casa VIII, assim nela é se torna rei, poderoso, senhor.

A pessoa com Plutão na casa VIII terá que aprender a conviver com a força e poder de Plutão no setor de relacionamentos, associações, casamento e sexo. Plutão aqui submete o relacionamento com o outro a um processo infinito de aprofundamento, onde a verdade das entranhas será revelada, e onde o outro sempre será conhecido no seu mais íntimo.

Assim esta pessoa, não conseguirá estabelecer relacionamentos formais, mentirosos, de faz de conta. A primeira coisa que logo se mostra é a questão do poder, quem manda? O primeiro movimento é querer controlar totalmente o parceiro. A pessoa sente necessidade de saber tudo do parceiro, o que ele pensa, sente e faz a todo instante. Olha fixo nos olhos do parceiro que fica nú na sua presença. Ele exige a verdade, e é muito difícil o enganar.

O ideal, exagerando, para uma pessoa com Plutão na casa VII e VIII, é que o parceiro seja seu escravo, que faça tudo o que ele quiser. É importante estar consciente deste movimento para o conseguir administrar com adequação.

Acontece também a pessoa atrair pessoas plutonianas ou do signo de Escorpião, o que vai trazer logo a questão de quem manda? quem faz o que o outro quer? Nesta situação é importante conseguir um diálogo profundo que permita encontrar um acordo em relação ao que será feito em conjunto, umas vezes deixando um mandar, outras o outro. Conheço casos em que o casal determina períodos em que um manda e depois o outro. Antes de uma atividade se define quem manda, quem dá a última palavra.
Por isto habitualmente as pessoas com Plutão na casa VII e VIII são muito difíceis de se relacionar e viver junto. Mas quando a pessoa é careta e formal. O outro mostrará seu lado podre, sombra, ai não resiste e se separa. O pior é que muitas vezes julga, condena, castiga o parceiro depois que descobre sua verdade, mas se vai contra o que ele gostaria que fosse.

Para melhor lidar com um Plutão na casa VII e VIII os parceiros deverão ser muito amorosos um com o outro e o melhor conseguir lidar com as diferenças. Também ambos parceiros terão que estar preparados para aceitar e acolher o lado podre e sombra do outro. É muito importante, que ambos parceiros estejam dispostos a compartilhar a verdade do que acontece nas suas vidas e estarem abertos as transformações que com certeza o relacionamento provocará.

É muito importante também o casal investir na sacralidade do sexo e da intimidade.

Plutão natal na casa VIII, sugere:
  • estabelecer relacionamentos com vínculos fortes e transformadores
  • associações e casamentos intensos, onde é muito importante a confiança e a lealdade
  • no casamento e sociedades transforma-se visceralmente
  • disputa de poder. Dominador. Controlador
  • as pessoas se transformam ao se vincularem a ela
  • forte sexualidade
  • atrai pessoas fortes, dominadoras intensas, profundas, complicadas: pessoas plutonianas ou do signo de Escorpião
  • difícil para casar, exigente
  • poder de transformação e penetração nos outros
  • conexões inconscientes nos relacionamentos íntimos
  • atração pelo mistério, magia e os poderes ocultos. Consciência ecológica. Gosta de processar seu próprio lixo
  • assessor íntimo, conselheiro, terapeuta, curador

Plutão natal em tensão na casa VII, sugere:
  • relação ou casamento intenso que pode chegar a perversão
  • perversão sexual
  • atrai pessoas loucas, obsessivas, perversas
  • perdas no casamento e relacionamentos



Plutão natal na Casa IX

Plutão natal na Casa IX, sugere:
  • interesse por assuntos religiosos e filosóficos
  • importante na sua vida sua Visão de mundo e Ética pessoal. Personalidade ao estilo pastor, ideólogo
  • pode desenvolver uma obsessão pela busca da verdade e pela sua visão de mundo
  • sensibilizado pelo funcionamento geral dos ambientes em que habita
  • atração pelo estrangeiro e culturas estrangeiras. Pode ter ligação forte com o estrangeiro
  • militante ideológico ou religioso
  • advogado, juiz



Plutão natal na Casa X

Plutão natal na Casa X, sugere:
  • trabalha com poder
  • a profissão e o trabalho são importantes na sua vida, investir no que realmente quer fazer. Desejo intenso de realização profissional
  • paixão pelo trabalho e a realização da sua missão
  • relação forte com o pai, superiores, chefes
  • medo, no inicio, em trabalhar ou assumir responsabilidades




Plutão natal na Casa XI

Plutão natal na casa XI, sugere:
  • envolvimento intenso com grupos e amizades.
  • talento para a cura de grupos.
  • transforma-se através de amizades.
  • amigos envolventes e poderosos. Amigos plutonianos ou do signo de Escorpião
  • interesse pela ecologia
  • gosto por planificar seus projetos. Estratégico
  • aconselha-se a escolher muito bem suas amizades e os grupos em que participa



Plutão natal na Casa XII

Plutão natal na Casa XII, sugere:
  • forte gravitação do mundo inconsciente e psíquico. Sensibilidade e intuição desenvolvida.
  • atração por questões que mexam com a solidão e retiros
  • interesse pelo mistério, o invisível e o oculto
  • pode trabalhar com questões sociais: fome, miséria, populações marginalizadas, internatos de todo tipo, cura
  • discrição na sua intimidade e sexualidade